top of page

O que é um marketplace e por que ele é o futuro das vendas?

Atualizado: 23 de mai. de 2022


Te explicamos tudo sobre marketplace, como funciona, qual a importância desse modelo de negócios e por que você deve investir!


O marketplace é como um shopping center, só que na internet.

Desde que shopping centers se tornaram uma realidade em nossas vidas, muita coisa mudou.

Basicamente, são centros comerciais que reúnem as principais empresas ao nosso redor, facilitando o processo de compras.

Hoje, marketplaces são grandes players no mundo do comércio eletrônico, o que as torna plataformas repletas de oportunidades para empresas de todo o tipo.

Com um enorme benefício: oferecer uma base preparada para que qualquer organização possa vender seus produtos online.

No entanto, antes de aproveitar as vantagens, você precisa entender o que é essa plataforma, porque é tão importante e se é uma boa opção para o seu negócio.

Felizmente, você vai conferir tudo isso em nosso conteúdo. Preparamos um guia básico sobre o assunto, explicando tudo sobre o marketplace.

Tem dúvidas sobre o que é e como funciona essa plataforma? Então siga a leitura conosco!


O que é um marketplace?

Um marketplace é um site ou aplicativo online que reúne diferentes fornecedores e varejistas e simplifica o processo de vendas.

É claro, há uma questão de conceito aí: lembra que mencionamos o shopping center? É porque esse estabelecimento físico é, literalmente, um marketplace.

Neste conteúdo, porém, vamos focar nas plataformas online, sites ou aplicativos com essas características.

Ou seja, locais que qualquer pessoa com acesso a internet pode acessar e achar diferentes fornecedores.

Alguns dos principais exemplos são a Amazon, eBay e Mercado Livre.

Qualquer pessoa física ou jurídica pode acessar esses sites, montar sua loja aproveitando a infraestrutura predefinida que a plataforma oferece e começar a vender em poucos minutos.

No entanto, não existem apenas sites generalistas, como é o caso dos exemplos que citamos acima.

Há sites específicos, que concentram um público ainda mais segmentado, o que se encaixa nas estratégias de algumas empresas.

No Brasil, um exemplo é a Elo7, um marketplace onde pequenos artesãos, empresas de artesanato (e temas relacionados) podem criar suas lojas.

Estruturalmente, essa plataforma é diferente das lojas virtuais convencionais (que pertencem a uma empresa só, por exemplo).

Para simplificar: quando sua marca opta por entrar em uma dessas plataformas, é você quem se responsabiliza por todos os fatores relativos à venda, da gestão dos pedidos, estoque e logística de envio.

Ou seja, o operador não possui o estoque em si (de novo, é uma característica, visto que existem exceções), ele apenas proporciona uma plataforma de comércio virtual para que sua empresa venda o seu estoque.

O operador acaba lucrando em cima de taxas cobradas da sua empresa, seja uma assinatura fixa para poder utilizar sua plataforma ou outro tipo de taxa, como alguma porcentagem sobre as vendas realizadas.

Bom, para simplificar: um shopping center físico cobra um aluguel das lojas que ocupam espaço dentro da sua infraestrutura, certo? Nos marketplaces, a dinâmica é semelhante.


Por que o marketplace é o futuro das vendas online?

A resposta é simples: marketplaces não são o futuro das vendas online, já são o presente. De acordo com a Digital Commerce, 58% do comércio eletrônico em todo mundo já acontece através de uma dessas plataformas.

No entanto, esse tamanho relevante hoje — e que só tende a crescer — é um reflexo claro das vantagens que esse modelo de negócios traz.

O primeiro é que se trata de uma plataforma escalável e eficiente.

Embora haja necessidade de vender uma quantidade maior de bens ou serviços para atingir o equilíbrio, o foco está na própria plataforma.

Basicamente, oferecer o melhor site possível para vendedores e clientes.

Ou seja, para as empresas que se juntam a ela, não há a necessidade de se preocupar com as questões operacionais e tecnológicas do site.

Pelo contrário, basta se concentrar em melhorar sua estrutura de vendas (qualidade dos bens, valor dos produtos, etc) e, de forma externa, potencializar a presença da sua marca.

É uma via de mão-dupla que funciona muito bem.

Isso significa que, ao contrário de outros negócios digitais, as marcas que abrem uma loja em um dessas plataformas também podem se surpreender com o que podem alcançar com uma equipe relativamente pequena.

Além disso, há de se considerar que existem soluções digitais e tecnologias SaaS cuja função é simplificar a gestão das vendas online e integrar suas operações em diferentes marketplaces com seu ERP.

Desse modo, é possível gerenciar todo negócio através de um único software, possibilitando uma análise de dados completa e uma tomada de decisão mais rápida.


Quero vender na internet, devo abrir minha loja em um marketplace?

Bom, existem alguns dados que comprovam que sim, é uma excelente ideia abrir uma loja em um marketplace. De acordo com a Retail Dive, a receita dessas plataformas deve dobrar até o fim de 2022.

Na verdade, elas já são uma opção atraente para quem deseja migrar para o comércio eletrônico.

Hoje, com soluções SaaS que simplificam a gestão da sua operação e permitem que você melhor administre todo negócio, trata-se de um movimento certeiro.

Afinal, falamos de plataformas com certa presença virtual — para não dizer que eles concentram grande parte do tráfego de usuários na internet.

De acordo com dados da Web Retailer, no mundo inteiro, a Amazon já absorve mais de 5 bilhões de visitas mensais, o eBay cerca de 1,7 bilhões e o Mercado Livre mais de 683 milhões.

Inclusive, o último é o site mais acessado em toda América Latina.

Ou seja, sua empresa já contaria com um público engajado, apenas tendo que trabalhar em cima de estratégias de vendas que lhe destaquem sobre os concorrentes.


E você, gostou de aprender mais sobre essas plataformas, como funcionam, qual sua importância e por que é importante aproveitar seus benefícios?

Esperamos que esse conteúdo ajude você a compreender esse modelo de negócios e como ele pode ajudar sua empresa a melhorar os resultados!

Agora, se quiser continuar aprendendo sobre o mundo dos marketplaces, que tal seguir de olho nas novidades do nosso blog?


30 visualizações0 comentário
bottom of page